Mouse lento: o que pode ser? Como resolver? Veja dicas!

Trabalhar, navegar de forma casual e, principalmente, jogar com um mouse lento pode ser uma experiência muito estressante. Nada pior do que ter que lidar com travamentos e lags no computador ou seus periféricos. Esse tipo de arraste do mouse pode ser causado por mais de um motivo, que pode estar ligado ao mau funcionamento de algum software ou ao próprio hardware.

Pensando nisso, nós da ELG Store trouxemos esse post contendo algumas dicas e possíveis soluções para esse problema. Esse processo pode ser dividido em duas etapas: identificação do problema e as diferentes formas de corrigi-lo, de acordo com a causa. Acompanhe o nosso post e descubra como resolver esse problema que tanto atrapalha o nosso dia a dia.

Dica: identifique quando ocorre o atraso no mouse

Para essa primeiro estágio, é importante definirmos qual o tipo de lag que o seu mouse está enfrentando. O lag, termo em Língua Inglesa que significa atraso, ficar para trás, é o termo mais comumente utilizado para descrever a sensação de que o ponteiro do seu mouse está “arrastando” na tela.

Pessoa usando mouse

Para isso, podemos traçar alguns cenários possíveis:

  • Atraso em ações básicas do mouse: esse atraso faz com que a velocidade de tarefas normais seja muito reduzida. A velocidade de resposta dos cliques não corresponde ao tempo em que a ação foi feita. Essa lentidão prejudica toda a experiência do usuário que acaba perdendo muito tempo em tarefas muito simples;
  • Mouse com lag durante jogos: nesse caso, o atraso na realização dos comandos acontece somente durante jogos. Uma causa bem comum disso é a demanda muito alta de performance sobre o processador, no caso de jogos muito “pesados” que sobrecarregam o sistema do seu PC;
  • Mouse wireless ou sem fio com lag: a demora para completar essa ação pode ser muito mais comum entre os usuários que optam por dispositivos sem fio. Essa falha pode estar diretamente ligada à baixa conectividade entre o seu dispositivo e o receptor bluetooth que o conecta ao PC;
  • Bloqueio completo ou congelamento do mouse: um bug muito frequente que tem acontecido na mais recente atualização do Windows para sua versão 11 ou em casos em que a memória RAM ou a CPU da sua máquina estão muito sobrecarregados por conta de tarefa que exigem alto poder de processamento.

Essas são as causas mais comuns que podem gerar inconveniências durante o uso do seu computador, então vamos para a parte mais importante, como resolver isso de maneira rápida e simples.

Maneiras de resolver o problema de mouse lento

Sabendo quais são as ocorrências mais comuns para esse tipo de lentidão ou congelamento, fica muito mais fácil encontrar alternativas que resolvam o problema. Isso porque cada uma delas irá abordar pontos específicos de maneira mais direta. Então vamos para as soluções mais eficazes em ordem de relevância e possibilidade de resultado positivo.

1. Conecte e desconecte do PC

O primeiro passo, e o mais simples, para resolver o problema, é retirar o contato do aparato do PC. Dessa forma, caso seja problema de conectividade, você conseguirá solucionar de forma imediata.

2. Atualize o driver do software do seu mouse

Em primeiro lugar, vem um dos primeiros passos aplicados em qualquer circunstância que haja lentidão ou travamento do seu computador. A falta de atualizações de drivers pode ser a causa desse tipo de problema, pois o seu computador não está mais em dia com as correções de bugs e outras informações necessárias para o bom funcionamento da sua máquina.

Imagem em destaque de um mouse

Em outras palavras, um driver desatualizado não consegue completar a “conversa” entre os dispositivos de hardware, que pode ser o mouse, o teclado ou qualquer outro componente físico e o os softwares que rodam o sistema e fazem tudo funcionar. E para fazer isso, você precisa seguir os seguintes passos:

  1. Na sua barra de pesquisa, procure por Gerenciador de Dispositivos e clique em “Abrir”;
  2. Procure pelo nome “Mouse e outros dispositivos apontadores” ou “Mice and other pointing devices”, caso o seu sistema esteja configurado em Língua Inglesa;
  3. Expanda essa categoria clicando com o botão esquerdo sobre o nome. Abaixo dela, abrirá mais uma categoria com o nome do seu dispositivo. Em notebooks, terá duas categorias, uma para o seu mouse de touchpad e outra para um mouse conectado externamente, caso você possua um;
  4. Clique em cima no nome do dispositivo que você deseja atualizar o driver com o botão esquerdo do mouse e selecione a primeira opção, que é “Atualizar driver”
  5. Em seguida, uma janela irá se abrir e você deve clicar em “Procurar automaticamente software de driver atualizado”

A partir daí é só esperar e acompanhar o processo onde o sistema operacional do Windows irá procurar automaticamente por versões mais atualizadas, diretamente nos arquivos do fabricante para instalar de forma autônoma no seu sistema.

Outro cenário que pode acontecer é o Windows não encontrar essa opção, e aí temos duas possibilidades: será necessário procurar diretamente no site do fabricante do seu produto por drivers de atualização, ou não mais updates disponíveis para o seu mouse.

2. Altere a sensibilidade do mouse ou a DPI

Em alguns casos, o que faz com que haja atraso no seu mouse é a baixa sensibilidade de movimentos. Essa sensibilidade é medida através da DPI (pontos por polegada linear), que pode ser ajustada facilmente no seu computador. Essa mudança faz com que o seu cursor e o tempo de resposta seja muito mais orgânico.

Aumentar a sensibilidade do mouse pode ser uma ótima alternativa que beneficia muitos gamers de plantão, já que isso dá maior rapidez e responsividade de movimentos, beneficiando principalmente os jogadores da cena PvP e FPS que gostam de mais leveza e precisão.

Alguns tipos de mouse possuem um botão dedicado a isso, mas se esse não for o seu caso, é só fazer o seguinte:

  1. Procure por “Painel de Controle” no Menu Iniciar ou na sua barra de pesquisa;
  2. Vá para a seção “Mouse” e abra essa janela;
  3. Na aba “Opções de Ponteiro”, em “Movimento”, haverá uma barra que vai de Lenta a Rápida ponde você pode alterar a velocidade do ponteiro conforme a sua necessidade;
  4. Teste as diferentes opções e clique em “Aplicar” na parte direita inferior para validar a sua escolha.

3. Verifique se o seu dispositivo necessita de limpeza

Essa etapa pode parecer desnecessária, porém é surpreende o quanto a sujeira acumulada pode afetar o desempenho de um computador. Isso também engloba os seus periféricos, que manuseados com muito mais frequência do que a máquina em si.

Imagem em destaque de um mouse

Para limpar o seu mouse, use um pano, de textura macia e sem fiapos, levemente umedecido em uma solução de água com sabão neutro e higienize, cuidadosamente, a superfície externa do aparelho, incluindo a barra de rolagem. Aqueles que não são experientes nesse processo, o ideal é utilizar um cotonete, que oferece maior precisão e menos risco de danificar o produto.

Em seguida, verifique se não há detritos no sensor óptico, que podem ser removidos facilmente com um pincel de poeira ou ar comprimido.

4. Invista em bons acessórios no seu PC

Outro ponto que deve ser considerado é como o seu mouse está sendo usado e a estrutura que você tem disponível. Ás vezes, o que pode causar lentidão no seu mouse é a superfície onde ele está sendo usado. Por esse motivo, é ideal ter um bom mousepad para facilitar a rolagem e aumentar a vida útil do seu dispositivo.

Mouse na cor branco

Sendo assim, invista em peças de boa qualidade e que proporcionem uma ótima experiência de uso, facilitando os seus momentos de trabalho e de lazer.

Continue acompanhando o nosso blog para ficar por dentro de tudo sobre informática e tecnologia em geral com conteúdos completos e de qualidade.

Deixe um comentário